terça-feira, 19 de agosto de 2008

A bolacha mais gostosa do pacote

Impressões Profissionais

por Débora Martins

Eles estão aí, ali e aqui. Ninguém está livre de cruzar com um durante sua vida profissional. Sempre tem algum, sabe, aquele sujeitinho ou sujeitinha que é o centro das atenções?
Quando não está fazendo “marketing pessoal” pelos corredores da empresa está se prostituindo (literalmente) para crescer profissionalmente.
E este é um portador de perfil mutável, que com o passar do tempo sempre encontra novas formas de se manter nas organizações. Alguns aprendem em casa, já outros adquirem a canalhice com o tempo.
Enfim, pessoas que fazem tudo, menos trabalhar, prejudicam o desempenho das equipes de trabalho, causam mal-estar, sobretudo uma sensação de injustiça e falta de reconhecimento.
Mas, como vivemos numa era de valores invertidos, bem, muita gente acaba entendendo que isso é normal. Mas não é!
A grande questão é como não deixar que estas “estrelinhas” interfiram no sucesso de nosso trabalho. Poderia dar várias dicas, mas isto implica em gasto de energia desnecessário.
Então, aqui vai uma dica máster: Ignore-os!
Se não se importar com ele, um dia, quando você menos esperar: Puff!
O cara sumiu...



------------------------------------------------------------------------------------
Débora Martins é jornalista, consultora e palestrante organizacional com ênfase em Gestão de Pessoas e Desenvolvimento de Talentos.
Contrate. Acesse o site: http://www.deboramartins.com.br


Gostou? Indique para um amigo. Clique aqui!

3 comentários:

  1. Oi Débora vim agradecer e retribuir a visita a meu blog.
    E a respeito da matéria no meu caso a ultima bolacha do pacote é o chefe (conhecido pelo pessoal da empresa como Peter Perfeito) daí fica meio complicado ignorar.

    ResponderExcluir
  2. Realmente, sempre existe alguém assim, onde quer que a gente vá! O melhor é mesmo ignorar e acho que isso é a morte para uma pessoa assim! rsrsrs

    http://sodesafio.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Olá Débora!!!
    Gostei muito do seu blog e vou voltar mais vezes ;)
    Quanto ao tipo de pessoa mencionado no seu texto,realmente a única coisa a se fazer é ignorar.Isto é o reflexo de uma sociedade ética e moralmente falida onde poucos tem princípios e respeitam o espaço das outras pessoas.
    A competição predatória acaba prejudicado o rendimento e o crescimento da empresa,o pior é que isto está em todo lugar e setores.Pessoas com mente pequena são incapazes de brilhar e conquistarem seu espaço pelas suas habilidades e talentos,preferem usar de subterfúgios baixos para conquistarem aquilo que querem porém os que tem uma mente vencedora e produtiva sempre irão se destacar e deixá-los para trás.
    Como você mencionou,o melhor a se fazer é ignorá-los.
    Forte Abraço

    ResponderExcluir